Instituto Terra Viva
Acesso ao Webmail
Instituto Terra Viva


Instituto Terra Viva


Maceió - AL, Sexta-feira, 15 de dezembro de 2017.   

Visite-nos no Facebook Instituto Terra Viva (Notícias)
Notícias
22/08/2014

Evento capacita técnicos que atuarão no Brasil Sem Miséria em AL

Atividades iniciarão em setembro

A partir de 1º de setembro será executado em Alagoas o Plano Brasil Sem Miséria, que beneficiará três mil agricultores familiares de extrema pobreza em 27 municípios. Desde o dia 21 o Instituto Terraviva (Itviva) realiza a capacitação da equipe técnica que atuará no projeto. Nesta sexta-feira, o engenheiro agrônomo Ricardo Ramalho fará uma apresentação sobre Agroecologia e Sustentabilidade. O evento será às 14h, no auditório da Adeal, localizado na Av. Comendador Leão, no Poço. No sábado (23), a programação será das 8h30 às 17h.

Em 2012 o Itviva, então Movimento Minha Terra, coordenou o PBSM em 12 municípios do Agreste e assistiu 1.120 famílias. Deste total, 94% obtiveram sucesso e uma melhoria na renda e na qualidade de vida. O resultado foi destaque em Brasília, onde a equipe do Itviva foi convidada, entre diversas entidades do Brasil, a apresentar os casos mais exitosos. 

“Muitos projetos limitam-se a medir seus resultados pelo crescimento da renda familiar, desprezando os efeitos sociais e ambientais. A proposta não é essa. O que se busca é a inclusão produtiva, mas acrescentando ganhos sociais e ambientais às comunidades. Isso também foi observado. As famílias melhoraram a consciência ambiental”, afirma o coordenador Van Giap Ramalho. 

As famílias assistidas serão de extrema pobreza, ou seja, com renda per capita de até R$ 77. Tendo como instrumento principal um fomento no valor de R$ 2.400,00/família, o objetivo é a denominada “inclusão produtiva” dessas pessoas, ou seja, que passem a produzir, de forma planejada e assistida tecnicamente, de modo a se afastarem da miséria, aplicando uma metodologia com base na transição agroecológica.

Na primeira etapa, o projeto será executado em 16 municípios do Agreste ( Traipu, Arapiraca, Palmeira dos Índios, Olho D’Água Grande, Campo Grande, Girau do Ponciano, Lagoa da Canoa, Feira Grande, São Sebastião, Craíbas, Igaci, Estrela de Alagoas, Limoeiro de Anadia, Coité do Noia, Taquarana e Junqueiro). 

O Itviva aguarda a autorização dos Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) – apoiadores do PBSM - para iniciar as atividades em 11 municípios da Bacia Leiteira (Major Izidoro, Minador do Negrão, Cacimbinhas, Batalha, Jaramataia, Belo Monte, Pão de Açúcar, Palestina, Olho D’Água das Flores, Jacaré dos Homens e Monteirópolis).

Dentre as atividades do projeto estão diagnóstico de cada família, reuniões, orientação técnica, cursos para melhorar a produção e a renda, excursões, entre outras.
Imprimir Imprimir Compartilhar Compartilhar

Instituto Terra Viva
©2017 - Instituto Terra Viva - Todos os Direitos Reservados
R. Comendador Calaça, 1209 - POÇO
MACEIÓ - AL 57.025-640